• Jonathan dos Santos

Grelhados no verão? Cancerígeno - informações e dicas

O bom tempo atrai à prática de grelhar carne no exterior, não só pelo sabor apetecível como também pelo convívio que daí advém. O cheiro das brasas, o molho suculento da carne a escorrer e o aspeto convidativo de todo o cenário são extremamente apelativos.


Mas...


Ambos os métodos (grelhado ou fumado) produzem partículas cancerígenas que aumentam o risco de cancro coloretal, embora a carne fumada seja mais prejudicial. Quando digo fumado, não falo apenas dos belos salpicões e chouriças que maturam ao fumo durante semanas, falo também da carne grelhada em grelhadores com tampa fechada que, a baixa temperatura, aprimoram o sabor da carne ao combinar o calor ao fumo das brasas.


A organização mundial de saúde (OMS) classifica a carne processada como sendo cancerígena. Porque será que no norte de Portugal há uma grande incidência de neoplasia digestiva?

O cancro coloretal é dos mais prevalentes.


Partilho algumas dicas para o verão:

  • Preferir carnes brancas às vermelhas ou enchidos

  • Evitar fumar ou queimar a carne e preferir grelhados rápidos

  • Reservar os grelhados para ocasiões esporádicas


Para os mais curiosos e corajosos, deixo aqui um artigo sobre esta matéria: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0308814621025127?via%3Dihub

146 visualizações0 comentário